Journal of Ibero-Romance Creoles


Volume 9 (2019)

Txeka kel muv – Panorama do contato linguístico cabo-verdiano-inglês e integração dos anglicismos no cabo-verdiano

Christina Märzhäuser

Esta contribuição aborda os empréstimos do inglês na língua cabo-verdiana em diferentes épocas de contato linguístico entre estas duas línguas. Aborda a história externa deste contato, começando com a presença marítima de barcos ingleses na região oeste-africana no século XVII, passando pela presença de Britânicos e de Kroomen anglófonos em Mindelo no século XIX dado à importância do seu porto para os barcos de vapor transatlânticos, até aos movimentos de emigração e as comunidades crioulo-falantes em territórios anglófonos e ao contato mediatizado do caboverdiano com o inglês hoje em dia. Inclui também comentários meta-linguísticos sobre uso e aceitação dos anglicismos nos diferentes contextos. Depois de algumas observações sobre adaptação grafémica e fonético-fonologica do material lexical inglês emprestado, analisam-se em mais detalhe a integração morfológica e morfo-sintática destes empréstimos, e as mudanças semânticas em comparação aos seus étimos ingleses. Está incluída uma lista de anglicismos das diferentes descrições linguísticas, de dicionários e glossários, e empréstimos mais recentes de canções, fontes digitais e orais. 

Keywords: Caboverdiano, anglicismos, história externa de contato, integração morfológica e morfossintática de empréstimos.

Download [pdf]