Journal of Ibero-Romance Creoles


Volume 9 (2019)

O conceito de “Língua Geral do Brasil” revisitado à luz da linguística de contato

Márcia Santos Duarte de Oliveira, Maria de Lurdes Zanoli & Marcelo Módolo

Neste estudo, objetivamos: (i) revisitar os vários ‘conceitos’ de Língua Geral (LG) do Brasil a partir de estudos atuais ligados à linguística de contato; (ii) apresentar novas considerações acerca das condições sócio-históricas que envolvem esse tipo de língua; (iii) evidenciar, por meio de uma convergência de hipóteses, a proposta de que a LG pode tratar-se de uma língua do tipo “crioula” e que, diferentemente do que se propõe em alguns textos da literatura especializada, a LG liga-se ao processo de contato “novas línguas criadas” e não ao de “language shift”. Propomos também que a língua crioula LG seja inserida em um continuum pidgin-crioulo a partir da língua tupinambá. Assim, mais uma vez, nos distanciamos da literatura da área por assumirmos o tupinambá não como uma língua irmã da LG, pertencente à família Tupi-Guarani (em consonância com a linguística histórica-comparativa), mas como uma língua pidgin.

Keywords: Língua Geral do Brasil; tupinambá; continuum pidgin-crioulo; linguística de contato.

Download [pdf]